EnglishPortuguese

Voar na chuva é seguro?

Compartilhe

Em tempos de chuva, voar acaba se tornando algo preocupante para algumas pessoas. O  medo do avião ser atingido por um raio ou do motor parar de funcionar devido à água são algumas das situações que passam pela cabeça dos passageiros. Mas afinal, voar na chuva é seguro?

Bem, para responder essa indagação precisamos entender que muita coisa mudou desde o “14 BIS” e, graças ao desenvolvimento da tecnologia, hoje é perfeitamente possível um avião fazer um voo extremamente seguro, mesmo em meio à chuva.  Só é possível ocorrer algum desconforto para os passageiros em caso de turbulências.

Segundo especialistas, raramente um avião é atingido por um raio em pleno voo. Mas caso algo assim aconteça, os aviões possuem uma tecnologia preparada para absorver muitas vezes a energia de um raio, dissipando-o. Não tendo assim nenhuma consequência para as máquinas e nem para os passageiros.

A água da chuva também passa longe de ser um problema, afinal os aviões modernos são projetados para impedir que a água entre no motor, e mesmo que acabe entrando o motor é à prova d ́ água. Para serem aprovados, os motores passam por um rigoroso teste, em que o equipamento deve funcionar mesmo estando encharcado.

Os únicos riscos com uma forte chuva são ventos muito fortes e a falta de visibilidade para o piloto. O mínimo de visibilidade para a tripulação pousar e decolar pode variar de 350 a 400 metros.

Por isso, as torres de controle possuem um radar especial que capta a chegada de chuvas e sua densidade. Assim, em caso de chuvas muito fortes, o voo pode ser adiado para a segurança de todos. E os aviões também possuem a mesma tecnologia, assim podendo fazer um desvio caso necessário.

Explore mais